Após longos e angustiantes meses de espera, tão torturantes e macabros como a mais abjeta e terrível monstruosidade sobrenatural  se abatendo sobre uma vítima imóvel e indefesa, nós autores de Carpe Noctem fomos finalmente agraciados com o vigésimo oitavo comentário! Sim, após quase cinco meses de expectativa, noites insones de vigília no campo comentáriosdo menu do blog, embaladas a cerveja e muita leitura de textos fantásticos, eis que alguém resolve postar um simples mas preciso comentário, que encheu de alegria esses escribas vulgares! Ao William, meu ex-aluno, todo nosso agradecimento, ao quebrar o número de  comentários ao qual parecíamos fadados, como uma maldição a envolver nosso blog. E aos leitores que frequentam o blog – nós sabemos que vocês existem – nosso humilde pedido: sigam o exemplo desse rapaz e comentem, por favor.

Saudações etílicas e noturnas

 

Anúncios